Polícia

Ex-lutador de MMA morre 2 meses após acidente em tirolesa

Ex-lutador de MMA, Diogo Galdiano, 30 anos, morreu na noite dessa segunda-feira (25), dois meses após sofrer um acidente quando descia de tirolesa em um balneário de Bonito, cidade distante a 297 quilômetros de Campo Grande. Conforme informações do boletim de ocorrência, no dia 25 de janeiro, ele estava passando férias com sua esposa em […]

Mariana Rodrigues Publicado em 26/03/2019, às 12h32 - Atualizado às 18h18

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução - Foto: Reprodução

Ex-lutador de MMA, Diogo Galdiano, 30 anos, morreu na noite dessa segunda-feira (25), dois meses após sofrer um acidente quando descia de tirolesa em um balneário de Bonito, cidade distante a 297 quilômetros de Campo Grande.

Conforme informações do boletim de ocorrência, no dia 25 de janeiro, ele estava passando férias com sua esposa em um balneário, quando foi descer pela tirolesa e no meio do trajeto pulou sofrendo múltiplas fraturas na coluna. Ele foi tirado da água com auxílio do salva vidas e socorrido pela ambulância do balneário até ao Hospital Municipal, devido à gravidade dos ferimentos acabou sendo transferido

Devido à gravidade de seus ferimentos, acabou sendo transferido para a Santa Casa de Campo Grande, onde morreu na noite dessa segunda-feira (25). Conforme informações da assessoria de Imprensa do Santa Casa, ele estava internado na UTI, teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Ainda conforme informações da assessoria, Diogo teve uma lesão medular grave devido à queda.

Conforme informações do site Brasiguaio News, Diogo era acadêmico de medicina, ex-lutador de MMA e membro do Clube de Paintbal de Ponta Porã. A vítima foi instrutor do curso de formação da Gcmfron (Guarda Civil Municipal de Fronteira) segunda turma, em Ponta Porã e também na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero.

Jornal Midiamax