Polícia

Droga apreendida com douradense está avaliada em R$ 35 milhões

Na operação realizada na tarde de quarta-feira (18) pela PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal)  e Canil da PM foram aprendidos 386 quilos de cocaína pura e pasta base. A droga, avaliada em R$ 35 milhões,   estava em um compartimento oculto de uma carreta Scania que era conduzida por um homem de 37 anos, […]

Marcos Morandi Publicado em 19/12/2019, às 10h39 - Atualizado às 16h30

A polícia teve que usar cães para encontrar a droga. (Foto: Divulgação)
A polícia teve que usar cães para encontrar a droga. (Foto: Divulgação) - A polícia teve que usar cães para encontrar a droga. (Foto: Divulgação)

Na operação realizada na tarde de quarta-feira (18) pela PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal)  e Canil da PM foram aprendidos 386 quilos de cocaína pura e pasta base. A droga, avaliada em R$ 35 milhões,   estava em um compartimento oculto de uma carreta Scania que era conduzida por um homem de 37 anos,  residente em Dourados.

O veículo transportava uma carga de milho, que teria saído de Antônio João para ser entregue em Boituva, interior de São Paulo.A carreta estava com diversos pneus novos de origem estrangeira, que segundo o motorista, foram comprados no Paraguai .

Após o intenso nervosismo do condutor foi realizada revista minuciosa e com o auxílio do canil da Polícia Militar foi encontrado um compartimento na carreta que ocultava em torno de 300 tabletes de cocaína.

O condutor informou que ganharia R$ 100.000 ,00 para transportar a cocaína até São Paulo.O cereal foi descarregado em uma empresa de grãos da região e a droga foi levada para a sede da Polícia Federal de Dourados onde será pesada.

Jornal Midiamax