Polícia

Peão é morto por colega após apontar arma para mulher com filha no colo

Lyohans Benevides Chaparro, de 30 anos, foi assassinado na fazenda em que trabalhava em Corumbá, cidade distante 444 quilômetros da Capital. O crime que aconteceu no dia 30 de junho é investigado pela Polícia Civil, que esteve na propriedade na segunda-feira (1º). Conforme as informações do boletim de ocorrência, antes de ser assassinado Lyohans teria […]

Renata Portela Publicado em 02/07/2019, às 11h35 - Atualizado às 19h10

Lyohans foi assassinado no dia 30 (Foto: Diário Corumbaense)
Lyohans foi assassinado no dia 30 (Foto: Diário Corumbaense) - Lyohans foi assassinado no dia 30 (Foto: Diário Corumbaense)

Lyohans Benevides Chaparro, de 30 anos, foi assassinado na fazenda em que trabalhava em Corumbá, cidade distante 444 quilômetros da Capital. O crime que aconteceu no dia 30 de junho é investigado pela Polícia Civil, que esteve na propriedade na segunda-feira (1º).

Conforme as informações do boletim de ocorrência, antes de ser assassinado Lyohans teria agredido a esposa, de 25 anos. Eles bebiam, quando ele a pegou pelo braço, a empurrou e em seguida pegou a filha do colo da mulher e foi para casa. Os dois moravam na propriedade rural em que Lyohans era capataz.

Um colega de serviço de Lyohans teria conversado com a mulher e a aconselhado a esperar que o capataz ficasse calmo para conversarem. Momentos depois ela ouviu um barulho de tiro, quando foi até a casa onde o marido estava com a filha e a tomou dos braços dele.

Lyohans tinha uma arma de fogo em mãos e, conforme relato da mulher, ele engatilhou e apontou para a cabeça dela, ameaçando atirar. Segundo o site Diário Corumbaense, o colega percebeu a ameaça, sacou um revólver e atirou em Lyohans, na tentativa de defender a mulher e a criança.

O capataz acabou morrendo no local e o proprietário da fazenda acionou a polícia. O caso é tratado como homicídio simples, mas as circunstâncias continuam em investigação. Não foi informado se o autor do disparo foi preso.

Jornal Midiamax