Polícia

Garoto de 15 anos espeta colegas de escola com agulha e pode prestar serviços comunitários

Um adolescente de 15 anos espetou nove colegas com duas agulhas em uma escola municipal de Campo Grande nesta terça-feira (30). O ataque aconteceu dentro da sala de aula, e ele foi ouvido e liberado. Segundo a polícia, deve prestar serviços comunitários por causa da ‘brincadeira’. Os colegas foram encaminhados para unidades de saúde e […]

Thatiana Melo Publicado em 31/07/2019, às 09h54 - Atualizado às 10h26

(Foto: Mariana Rodrigues)
(Foto: Mariana Rodrigues) - (Foto: Mariana Rodrigues)

Um adolescente de 15 anos espetou nove colegas com duas agulhas em uma escola municipal de Campo Grande nesta terça-feira (30). O ataque aconteceu dentro da sala de aula, e ele foi ouvido e liberado. Segundo a polícia, deve prestar serviços comunitários por causa da ‘brincadeira’. Os colegas foram encaminhados para unidades de saúde e vão tomar coquetel para prevenir doenças.

Segundo a delegada da Deaji (Delegacia Especializada de Atendimento a Infância e Juventude), Fernanda Félix, o garoto afirmou no depoimento que tudo não teria passado de uma brincadeira. Ele disse que teria encontrado as agulhas na rua, e resolveu levar para a escola.

Ao todo, nove crianças foram furadas ou arranhadas pelo adolescente, entre eles, quatro meninos e cinco meninas, com idades entre 12 e 13 anos. Quando o professor de inglês percebeu no que havia acontecido chamou o diretor e o garoto foi encaminhado para a delegacia.

Fernanda disse ao Jornal Midiamax que o garoto pode ter de prestar serviços comunitários pelo ato infracional equiparado a lesão corporal dolosa. As crianças feridas ainda serão ouvidas na delegacia.

Jornal Midiamax