Polícia

Acusada de matar idosa irá depor em audiência com sete testemunhas

Na próxima segunda-feira, a motorista de aplicativo Pâmela Ortiz de Carvalho, acusada de matar a idosa Dirce Santoro Guimarães, presta depoimento sobre o caso em audiência de instrução do processo, na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Na oportunidade, sete testemunhas devem depor, a partir das 14h25, antes da ré. De acordo […]

Renan Nucci Publicado em 03/05/2019, às 13h36

None

Na próxima segunda-feira, a motorista de aplicativo Pâmela Ortiz de Carvalho, acusada de matar a idosa Dirce Santoro Guimarães, presta depoimento sobre o caso em audiência de instrução do processo, na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Na oportunidade, sete testemunhas devem depor, a partir das 14h25, antes da ré.

De acordo com o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), das testemunhas, cinco delas são de acusação, sendo dois investigadores de polícia, um deles apontado como ex-namorado da ré. A defesa arrolou duas testemunhas para serem ouvidas. Ao término de todos os depoimentos, está previsto também o interrogatório da ré.

Conforme já noticiado, o crime aconteceu no dia 23 de fevereiro de 2019, no bairro Jardim Carioca, na Capital, após a idosa discutir com a denunciada em razão desta utilizar seu cartão de crédito para compras pessoais sem sua autorização. A vítima teria descido do carro, que era conduzido pela acusada, momento em que a ré começou a agredir a idosa, batendo sua cabeça contra o meio-fio até matá-la.

Após matar a idosa, a ré arrastou o corpo até o fundo de um terreno próximo, quando então o escondeu em local mais baixo, cobrindo-o com lixo. A ré responde pelo crime de homicídio doloso duplamente qualificado por motivo fútil e meio cruel, além do delito de ocultação de cadáver.

Jornal Midiamax