Polícia

Ações do GOI prenderam mais de 140 pessoas em flagrante em Campo Grande

Ações do GOI (Grupo de Operações e Investigações) prenderam 141 pessoas em Campo Grande nos seis primeiros meses do ano, conforme balanço divulgado nesta sexta-feira (5), pelo DPC (Departamento de Polícia da Capital). Somando aos 100 mandados de prisão cumpridos, o total de presos é de 241. Conforme os números divulgados pela Polícia Civil, os […]

Dayene Paz Publicado em 05/07/2019, às 16h47

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação. - Foto: Divulgação.

Ações do GOI (Grupo de Operações e Investigações) prenderam 141 pessoas em Campo Grande nos seis primeiros meses do ano, conforme balanço divulgado nesta sexta-feira (5), pelo DPC (Departamento de Polícia da Capital). Somando aos 100 mandados de prisão cumpridos, o total de presos é de 241.

Conforme os números divulgados pela Polícia Civil, os investigadores do GOI também recuperaram durante o semestre, 36 veículos que foram roubados ou furtados em Campo Grande e atenderam 78 ocorrências criminais. Com média mensal de 80 abordagens, em seis meses os policiais fizeram 536 abordagens a pessoas e veículos na Capital.

Criado em 14 de julho de 2017, o Grupo de Operações e Investigações está vinculado à estrutura orgânica e operacional da Delegacia-Geral da Polícia Civil, subordinado diretamente ao Departamento de Polícia da Capital. Entre as atribuições do GOI estão investigações preliminares em locais de crimes de maior complexidade, colher e apresentar a autoridade policial provas materiais que tenham relação com esses crimes, entre outras atividades relativas à polícia judiciária.

O ingresso de servidores no Grupo de Operações e Investigações é realizado mediante análise do perfil e da capacitação do profissional, avaliação psicológica e investigação social.

Jornal Midiamax