Polícia

VÍDEO: Após execução dois carros são incendiados em bairros de Campo Grande

Após a execução de Orlando da Silva Fernandes, 41 anos, conhecido como ‘Orlando Bomba’, de Jorge Rafaat Toumani com mais de 40 tiros de fuzil 5.56 por volta das 18h desta sexta-feira (26) na rua Amazonas, Jardim Autonomista, em Campo Grande, dois carros foram encontrados incendiados em Campo Grande. O primeiro carro foi encontrado pouco tempo depois da […]

Mariana Rodrigues Publicado em 26/10/2018, às 20h37 - Atualizado às 20h41

None

Após a execução de Orlando da Silva Fernandes, 41 anos, conhecido como ‘Orlando Bomba’, de Jorge Rafaat Toumani com mais de 40 tiros de fuzil 5.56 por volta das 18h desta sexta-feira (26) na rua Amazonas, Jardim Autonomista, em Campo Grande, dois carros foram encontrados incendiados em Campo Grande.

O primeiro carro foi encontrado pouco tempo depois da execução, pegando fogo em uma estrada de chão conhecida como ‘estrada boiadeira’, que fica atrás da UCDB no Jardim Seminário, segundo populares, chamou a atenção um motociclista que acompanhava o carro queimar.

O outro veículo foi encontrado em chamas na rua Martine de Moraes, no bairro Rita Vieira. Dentro de um dos veículos foi encontrado um carregador de metralhadora.

Execução

Orlando da Silva Fernandes, 41 anos, conhecido como ‘Orlando Bomba’ foi executado com mais de 40 tiros de fuzil 5.56, na rua Amazonas, Jardim Autonomista, em Campo Grande. Os tiros atingiram a cabeça, tórax e braços.

De acordo com informações policiais, dois homens chegaram em uma Dodge Journey, desceram e executaram a vítima, que saía da barbearia e ia em direção a sua camionete Hillux. Um outro homem em uma moto dava apoio.

Com a vítima foram encontrados cheques no valor de R$ 240 mil e quantia em dinheiro no valor de R$ 1.247. Foram recolhidos três celulares intactos que estavam com a vítima.

Jornal Midiamax