Polícia

Três são presos por latrocínio com mata-leão contra homem na Capital

Três pessoas foram presas pelo latrocínio ocorrido contra Olgacir Aquino Ferreira, de 48 anos, ocorrido no último dia 20 maio no Bairro Tiradentes em Campo Grande. A elucidação do crime foi feita pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos) com auxílio da Polícia Militar. Conhecido como “Surdinho”, Olgacir era portador […]

Diego Alves Publicado em 08/06/2018, às 22h58

None

Três pessoas foram presas pelo latrocínio ocorrido contra Olgacir Aquino Ferreira, de 48 anos, ocorrido no último dia 20 maio no Bairro Tiradentes em Campo Grande. A elucidação do crime foi feita pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos) com auxílio da Polícia Militar. Conhecido como “Surdinho”, Olgacir era portador de necessidades especiais auditivas.

De acordo com o registro policial, a vítima consumia drogas com outros dependentes, quando Ana Carolina Ferreira Feliciano teve a ideia de roubá-lo, por causa de sua deficiência e pelo fato de que ele era aposentado.

Ela então combinou com seu convivente Emerson Soares Da Graça e com Marcelo Souza Da Silva, que em certo momento, pegaria a carteira de Olgacir, onde estava seu cartão de crédito.

Com um sinal de Ana Carolina, Emerson agarrou os braços da vítima com um mata-leão. Olgacir ainda gritou e após ser solto, ele ainda conseguiu correr, porém caiu ao solo. Olgacir ainda chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, porém não resistiu e morreu ao chegar na unidade de saúde.

Jornal Midiamax