Polícia

Testemunha disse que viu travesti discutindo com homem antes de ser morta com 80 facadas

Uma testemunha que prestou depoimento ao delegado André Luís de Mendonça, de Rio Brilhante, contou que teria visto a travesti ‘Fernanda da biz’ discutindo com um homem antes de ser encontrada morta neste fim de semana. O delegado afirmou que a hipótese de latrocínio foi descartada, já que nada foi levado da vítima. O policial […]

Thatiana Melo Publicado em 10/07/2018, às 11h55 - Atualizado às 18h32

None

Uma testemunha que prestou depoimento ao delegado André Luís de Mendonça, de Rio Brilhante, contou que teria visto a travesti ‘Fernanda da biz’ discutindo com um homem antes de ser encontrada morta neste fim de semana.

O delegado afirmou que a hipótese de latrocínio foi descartada, já que nada foi levado da vítima. O policial disse, ainda, ser pouco provável que Fernanda tenha sido vítima de um crime de ódio, mas ressaltou que nada será descartado.

Outra possibilidade investigada pela polícia é de que o crime esteja relacionado ao narcotráfico. “Estamos fazendo mais diligências, ontem (segunda) várias pessoas prestaram depoimento, e estamos tentando localizar este suspeito”, revelou o delegado.

‘Fernanda da biz’ foi assassinada no fim de semana com 80 facadas, sendo que 47 perfurações atingiram sua mão, o que indica que ela teria tentado se defender. Outras perfurações foram encontradas nas costas, cabeça e braços.

O corpo, que também teve a cabeça esmagada por pedras, foi encontrado em uma estrada de terra, por um funcionário de uma usina.

O crime

A.F.S, de 44 anos, conhecida como ‘Fernanda da biz’, foi assassinada no domingo (8) e corpo encontrado em uma estrada por um funcionário de uma usina.

No local havia uma motocicleta Honda Biz e um capacete cor de rosa. Ainda foi encontrada uma pedra, de aproximadamente 15 centímetros, com vestígios de sangue.

Jornal Midiamax