Polícia

Assassino diz que pedreiro foi morto nas Moreninhas por pedir dinheiro emprestado

Foi preso na manhã desta terça-feira (10) o suspeito de ter matado o pedreiro Edmar da Silva Pinto, de 42 anos, em frente a UPA (Unidade Pronto Atendimento) das Moreninhas no dia 28 de junho. Segundo testemunhas a motivação do crime seria uma dívida de drogas no valor de dez reais. Edmar foi atingido por […]

Nathalia Pelzl Publicado em 10/07/2018, às 17h35 - Atualizado em 11/07/2018, às 12h09

None

Foi preso na manhã desta terça-feira (10) o suspeito de ter matado o pedreiro Edmar da Silva Pinto, de 42 anos, em frente a UPA (Unidade Pronto Atendimento) das Moreninhas no dia 28 de junho. Segundo testemunhas a motivação do crime seria uma dívida de drogas no valor de dez reais. Edmar foi atingido por um tiro nas costas e outro na coxa.

Assassino diz que pedreiro foi morto nas Moreninhas por pedir dinheiro emprestadoO suspeito foi preso em sua casa hoje pela manhã, na primeira versão ele havia negado participação no crime, no entanto, hoje ao ser preso ele confessou que teria atirado porque a vítima teria ‘pedido dinheiro emprestado de forma agressiva’.  A arma do crime também estava na residência.

Durante as investigações o suspeito ameaçou as testemunhas com a mesma arma utilizada no crime, inclusive teria feito selfies e vídeos nas redes sociais com a arma.

O homem será indiciado por homicídio duplamente qualificado, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menor e por ter ameaçado testemunhas.

Segundo o delegado Tiago Macedo, da 4ª Delegacia de Polícia Civil, a participação dos moradores na investigação foi importante para esclarecer a morte.

Jornal Midiamax