Polícia

Sumiço de irmãos após abordagem do DOF completa 6 meses sem pistas

Família diz que tem esperança de encontrá-los com vida 

Clayton Neves Publicado em 16/02/2018, às 20h50

None

Família diz que tem esperança de encontrá-los com vida 

No último dia doze chegou a seis meses a agonia da família dos irmãos Rodney Campos Santos, de 27 anos, e Edney Bruno Ortiz Amorim, de 20 anos, desaparecidos após abordagem do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), em Ponta Porã. Mesmo com o passar do tempo que alimenta tantas incertezas e só aumenta a dor, familiares afirmam que ainda permanece viva a esperança de encontrar a dupla com vida.

“O mais difícil é ficar sem saber notícia. Em um dia meus netos estavam aqui e no outro simplesmente não sabemos mais onde foram parar, mas sabemos que uma hora nós vamos achar os dois e temos esperança de encontrá-los com vida”, desabafa dona Maria de Lourdes dos Santos, avó dos jovens.

Para a idosa, palavras não conseguem mensurar o período de tristeza pelo qual os familiares têm passado. Até mesmo o tempo, que como diz o ditado ameniza tudo, não é capaz de sossegar o coração. “É muita tristeza, não tem como explicar e a gente não consegue esquecer mesmo com o passar dos dias. Eu via eles todos os dias e agora é isso, só a dúvida”, relata.

Nesta sexta-feira (16), dia em que o desaparecimento completa seis meses e quatro dias, Claudinei Amorim dos Santos, pai dos garotos, completa 49 anos. O primeiro aniversário sem os filhos ao lado.

O que diz o DOF

Em resposta sobre o desaparecimento dos irmãos, o DOF informou que IMP (Inquérito Militar Policial) com mais de 700 páginas foi concluído pelo Departamento, que inclusive periciou as armas dos policiais envolvidos na abordagem dos jovens. Os militares ficaram afastados das atividades e cumpriam apenas expediente administrativo. Por fim, o inquérito foi encaminhado à Justiça Militar de Campo Grande.

Por conta do horário não conseguimos contato com a Justiça Militar para saber o andamento da apuração.

O desaparecimento

Os irmãos foram vistos pela última vez no dia 12 de agosto, quando foram abordados pelos policiais do DOF em um posto de combustível da MS-164. Eles estavam em um veículo VW Golf, que foi encontrado abandonado no mesmo dia do desaparecimento.Sumiço de irmãos após abordagem do DOF completa 6 meses sem pistas

Imagens que circulam em redes sociais, mostram a abordagem policial aos irmãos. Em uma das imagens, um dos jovens entra no banco traseiro do carro, e neste momento um policial entra pela porta do motorista, e outro policial pela porta do passageiro do veículo. Já ao fundo aparece o outro rapaz entrando na viatura da polícia.

Jornal Midiamax