Polícia

PMA autua fazendeiro em R$ 60 mil por desmatamento de reserva legal

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um proprietário rural em R$ 60 mil por desmatamento ilegal de vegetação protegida de reserva legal para plantio de lavoura. Durante fiscalização ambiental em uma propriedade rural do município de Tacuru, policiais autuaram um proprietário rural por desmatamento ilegal e degradação de área protegida de Reserva Legal, na tarde […]

Diego Alves Publicado em 05/06/2018, às 22h55

None

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um proprietário rural em R$ 60 mil por desmatamento ilegal de vegetação protegida de reserva legal para plantio de lavoura.

Durante fiscalização ambiental em uma propriedade rural do município de Tacuru, policiais autuaram um proprietário rural por desmatamento ilegal e degradação de área protegida de Reserva Legal, na tarde desta terça-feira (05). A PMA localizou a infração em um Assentamento Rural, localizado a 18 km da cidade de Tacuru.

O proprietário de um lote (36), residente na cidade de Tacuru, invadiu e realizou a degradação da área que o Instituto Nacional de Reforma Agrária (INCRA) cercou para a constituição da Reserva Legal coletiva do assentamento.

Ele desmatou 12 hectares na área protegida, medidos com uso de GPS pelos Policiais, sem a licença autorizativa do órgão ambiental. A retirada da vegetação foi realizada para a plantação de lavoura de mandioca. O infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 60 mil.

Jornal Midiamax