Polícia

Pecuarista de Campo Grande é multado em R$ 38 mil por desmatamento ilegal

38 hectares de mata foram suprimidos

Maisse Cunha Publicado em 23/03/2018, às 18h43

None

38 hectares de mata foram suprimidos

​Um pecuarista de Campo Grande foi multado, nesta sexta-feira (23), pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em R$ 38 mil, por ter desmatado ilegalmente uma área de cerrado de, aproximadamente, 38 hectares, em Camapuã – a 125 quilômetros da Capital.

De acordo com a PMA, o pecuarista desmatou a área para realizar o plantio de pastagem. Durante a operação, parte das árvores derrubadas ainda estava no local.

As atividades foram interrompidas e o proprietário responderá por crime ambiental. A pena aplicada nestes casos é de três a seis anos de detenção.

Além da multa administrativa, o pecuarista de 66 anos ainda terá de apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada, junto ao órgão ambiental.

Operação Cervo-do-Pantanal

Na operação, realizada em parceria com o NUGEO (Núcleo de Geoprocessamento) do MPE (Ministério Público Estadual), foram levantadas, até agora, 594 áreas com possíveis ocorrências de desmatamento ilegal, na bacia do Rio Paraguai. As áreas foram identificadas por meio de captação de imagens via satélite.

Jornal Midiamax