Polícia

Na fronteira, oficial de Justiça é feita refém por morador revoltado com intimação

Oficial de Justiça de 53 anos foi mantida em cárcere privado por morador que não aceitava receber intimação de citação e penhora de bens. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (19), em Coronel Sapucaia, e após consulta no sistema, policiais descobriram que o autor é foragido da Justiça. De acordo com informações do Boletim […]

Clayton Neves Publicado em 19/07/2018, às 17h09 - Atualizado às 17h26

None

Oficial de Justiça de 53 anos foi mantida em cárcere privado por morador que não aceitava receber intimação de citação e penhora de bens. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (19), em Coronel Sapucaia, e após consulta no sistema, policiais descobriram que o autor é foragido da Justiça.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, a servidora foi até a residência para cumprir a determinação e foi recebida pela esposa do suspeito. Minutos depois, ele chegou ao local e questionou o trabalho da vítima dizendo que ela não tinha autoridade para intimá-lo.

No fim do trabalho, a trabalhadora foi impedida de ir embora pelo morador que chegou a trancar o portão da casa dizendo que só liberaria a saída da vítima após a chegada de um advogado. A mulher ficou presa no local por cerca de dez minutos e só conseguiu sair depois de ameaçar acionar a polícia.

Quando percebeu que a servidora falava com policiais, o suspeito entrou em um veículo Gol e fugiu em direção ao Paraguai. Equipe da Polícia Militar foi até o local e, em consulta no sistema, verificou que o morador é foragido da Justiça.

Abalada, a oficial colidiu com o carro que conduzia na traseira de um caminhão no momento em que deixava a residência. Ela procurou a delegacia da cidade onde o caso foi registrado como cárcere privado.

Jornal Midiamax