Polícia

Mulher é morta a tiros após ameaçar chamar a polícia para ex

Pelo menos dois disparos foram dados

Clayton Neves Publicado em 05/05/2018, às 09h23 - Atualizado às 13h41

None

Depois de ameaçar chamar a polícia para o ex-marido durante discussão, Roseli Gomes de Queiroz Silva, de 43 anos, foi morta a tiros pelo autor identificado como Juscelino Gomes Pepi, preso momentos depois. O feminicídio aconteceu no início da noite desta sexta-feira (4), em Aquidauana, distante 133 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, vítima e autor estavam em processo de separação, mas moravam na mesma casa. Por volta das 18h30 o autor teria chegado na residência e iniciado uma discussão, momento em que a vítima ameaçou chamar a polícia.  

Irritado, Juscelino sacou uma arma de fogo e disparou pelo menos duas vezes contra Roseli, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Após o crime, o suspeito fugiu, mas se apresentou momentos depois em frente a casa da ex-sogra. Ele estava com a arma sem munições e foi preso em flagrante.

Jornal Midiamax