Polícia

Morador é autuado em R$ 6,4 mil por armazenar agrotóxico em casa

320 litros de herbicidas

Diego Alves Publicado em 27/01/2018, às 01h31

None

320 litros de herbicidas

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou homem em R$ 6,4 mil por armazenamento de agrotóxicos ilega em sua residência. Policiais militares ambientais de Miranda autuaram nesta sexta-feira (26), um homem de 46 anos, por armazenamento ilegal de agrotóxicos. A PMA recebeu denúncia, de que o infrator armazenava agrotóxicos dentro de um cômodo de sua residência na cidade de Miranda.Morador é autuado em R$ 6,4 mil por armazenar agrotóxico em casa

Os Policiais foram ao local e confirmaram a denúncia. Foram encontrados 320 litros de herbicidas dos tipos Atrazina e Dicloreto Paraquate, 80 litros de Inseticidas do tipo Metomil e 40 kg de herbicidas do tipo Glifosato. Os referidos produtos perigosos são de classes I,II e II.

No local, não havia proteção do solo e nem rótulos de riscos, ou quaisquer avisos de perigo, contrariando as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos, colocando em risco, inclusive, a família do infrator. Os agrotóxicos foram aprendidos.

O autuado recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Miranda e responderá por crime ambiental, previsto pelo artigo 56 da Lei 9.605/1998 Se condenado, poderá pegar pena de um a quatro anos de reclusão.

O infrator, residente no local, também foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 6,4 mil por armazenamento do produto perigoso contrariando as normas técnicas e a legislação ambiental.

Jornal Midiamax