Polícia

Justiça mantém prisão de homem que tentou matar desafeto no Itamaracá

A Justiça manteve a prisão nesta quinta-feira (7) de um homem conhecido por ‘Paraguai’ depois da tentativa de homicídio ocorrida nesta quarta (6), no Jardim Itamaracá, em Campo Grande. Ele deve ser levado para uma unidade prisional, onde vai ficar à disposição da Justiça. Quando preso pelos militares, o autor negou que teria cometido o […]

Thatiana Melo Publicado em 07/06/2018, às 10h44 - Atualizado às 11h21

None

A Justiça manteve a prisão nesta quinta-feira (7) de um homem conhecido por ‘Paraguai’ depois da tentativa de homicídio ocorrida nesta quarta (6), no Jardim Itamaracá, em Campo Grande.

Ele deve ser levado para uma unidade prisional, onde vai ficar à disposição da Justiça. Quando preso pelos militares, o autor negou que teria cometido o crime, mas afirmou que ao sair da prisão iria atrás da vítima para matá-la.

A tentativa de assassinato seria por causa de uma disputa pelo comando do tráfico na região. Um dia antes de sofrer o atentado a vítima teria esfaqueado outra pessoa, que não foi identificada, por causa do tráfico de drogas na região.

Na noite de terça (5), um homem de 28 anos conhecido como ‘Paraguai’ foi até a casa da vítima e deu três tiros contra o imóvel. Ao ouvir os barulhos, o homem saiu na garagem e um dos tiros transfixou o portão, acertando a perna dele.

Ele foi encontrado próximo a uma vila de casas e detido pelos militares. A arma usada para cometer o crime foi localizada nos fundos de uma das casas- o autor arremessou o revólver ao ver os policiais. Tanto a vítima como o autor possuem passagens pela polícia por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax