Homem é condenado a 13 anos de prisão por atear fogo à esposa

Ela ficou 33 dias internada
| 06/04/2018
- 14:37
Homem é condenado a 13 anos de prisão por atear fogo à esposa

Ela ficou 33 dias internada

A Justiça condenou Rubineis da Silva, de 31 anos, a 13 anos de prisão pela tentativa de matar sua esposa. O crime aconteceu na cidade de Angélica, a 323 quilômetros de Campo Grande, em 2016. O julgamento aconteceu na última quarta-feira (4) e a acusação pediu pela condenação por tentativa de homicídio, por motivo fútil e feminicídio. Rubineis da Siva de 31 anos não aceitava que sua mulher trabalhasse como lavadeira.

A defesa tentou diminuir a pena, que foi arbitrada em 13 anos e 4 meses de reclusão em regime fechado.

Em dezembro de 2016 ao chegar em sua residência e ver roupas estendidas no varal, ele ficou enfurecido, jogou álcool nas roupas e sua mulher as retirou colocando-as no tanque novamente para lavá-las. O autor teria proibido a mulher de trabalhar como lavadeira.

Em seguida, ele pegou uma garrafa pet cheia de gasolina e jogou em outras peças que estavam no varal e no corpo da esposa atingindo o rosto, cabelo, e outras partes do corpo.Homem é condenado a 13 anos de prisão por atear fogo à esposa

Ele acendeu o isqueiro e ficou parado vendo a esposa queimar. Ela foi socorrida por familiares, levada para o hospital e depois transferida para a Santa Casa de Campo Grande, onde ficou internada por 33 dias.

Informações são de que a mulher sofria abusos psicológicos e agressões. Ele tinha como hábito verificar se havia pegadas no quintal da residência.

 

Veja também

Idoso ainda pediu para a criança não contar para a mãe o que ele havia feito

Últimas notícias