Polícia

Detento morre dias depois de ser agredido em cela de presídio

Detento disse ter sido agredido por colegas de cela

Aliny Mary Dias Publicado em 14/07/2018, às 07h38

None

Ivan Vieira de Mello, de 32 anos, morreu na noite desta sexta-feira (14) no hospital municipal de Dois Irmãos do Buriti, distante 116 quilômetros da Capital. Antes de morrer, o rapaz, que era detento do presídio da cidade, disse aos médicos que foi agredido por colegas de cela.

De acordo com o registro policial, Ivan foi levado para a unidade de saúde por volta das 9 horas desta sexta. Com hematomas pelo corpo, o detento reclamava de dores nas pernas.

Após uma bateria de exames, a equipe médica não encontrou problemas graves, receitou antibiótico ao rapaz e o liberou para voltar ao presídio. No fim da tarde, no entanto, Ivan voltou ao hospital com insuficiência respiratória e em estado grave.

Ele não respondeu ao tratamento e acabou tendo parada cardíaca. Os médicos tentaram reanimar o rapaz, mas ele morreu às 20h40 de ontem. Ainda segundo a equipe médica, o detento já havia sido atendido na quarta-feira depois de ser agredido por colegas de cela.

O caso foi registrado como morte a esclarecer e será investigado pela Polícia Civil de Dois Irmãos do Buriti.

Jornal Midiamax