Polícia

Delegada determina fiança de 4 salários-mínimos a preso em ação contra pedofilia

A delegada Marília de Brito, da Depca (Delegacia de Proteção à Infância e Adolescente), arbitrou uma fiança para um dos presos por posse de material pornográfico infantil na manhã desta quinta-feira (17) durante a Operação Luz na Infância 2. O suspeito de envolvimento na rede de distribuição de imagens contendo pornografia envolvendo crianças e adolescente pode […]

Patrícia Penzin Publicado em 17/05/2018, às 13h11

Preso na segunda fase da Operação Luz na Infância (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)
Preso na segunda fase da Operação Luz na Infância (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax) - Preso na segunda fase da Operação Luz na Infância (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

A delegada Marília de Brito, da Depca (Delegacia de Proteção à Infância e Adolescente), arbitrou uma fiança para um dos presos por posse de material pornográfico infantil na manhã desta quinta-feira (17) durante a Operação Luz na Infância 2.

O suspeito de envolvimento na rede de distribuição de imagens contendo pornografia envolvendo crianças e adolescente pode pagar a fiança no valor de quatro salários-mínimos e responder ao processo em liberdade.

O homem de 32 anos foi preso em sua casa no bairro Chácara Cachoeira. Segundo seu advogado Loester Borges, ele só vai se pronunciar em juízo.

Jornal Midiamax