Polícia

De dentro da cadeia em Campo Grande, detento publica selfies no Facebook

Detento do Presídio de Trânsito de Campo Grande, Igor Henrique Paim publicou fotos de dentro da cadeia em seu perfil no Facebook. Em uma das imagens, Igor posa em uma selfie ao lado de um colega de cela. De dentro da cadeia, usando um fone de ouvido, ele consegue se comunicar com a namorada, que […]

Da Redação Publicado em 24/07/2018, às 14h21 - Atualizado em 25/07/2018, às 08h27

Foto: Reprodução Facebook
Foto: Reprodução Facebook - Foto: Reprodução Facebook

Detento do Presídio de Trânsito de Campo Grande, Igor Henrique Paim publicou fotos de dentro da cadeia em seu perfil no Facebook. Em uma das imagens, Igor posa em uma selfie ao lado de um colega de cela.

De dentro da cadeia, usando um fone de ouvido, ele consegue se comunicar com a namorada, que está em liberdade.  Nesta terça-feira (24), ele comentou algumas postagens da namorada na mesma rede social.

De dentro da cadeia em Campo Grande, detento publica selfies no Facebook
Foto: Reprodução Facebook
De dentro da cadeia em Campo Grande, detento publica selfies no Facebook
Foto: Reprodução Facebook

Caso parecido aconteceu na última sexta-feira (20), quando o detendo do Presídio de Dois Irmãos do Buriti, Cleir Ortiz Gonçalves, de 22 anos, acabou em uma cela disciplinar por publicar fotos de dentro da cadeia.

Na ocasião, Cleir estava acompanhado de outros dois colegas, Marcelo Pereira da Silva de 27 anos e Lanes Fernando Barbosa Pedroso, de 26 anos. Como punição, os três rapazes foram isolados em uma cela disciplinar.

No caso de Igor Henrique Paim, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), informou que o aparelho celular utilizado foi apreendido e o detento isolado em uma cela disciplinar. Ainda de acordo com a Agepen, o uso do celular pelo preso é considerada falta grave, o que altera a sua data base, ou seja pode ocasionar  maior tempo de permanência na prisão. O celular apreendido será encaminhado para Gerência de Inteligência do Sistema Penitenciário (GISP), para perícia e investigações necessárias.

Matéria editada às 14h48 para acréscimo de informações.

Jornal Midiamax