Polícia

Bêbado é perseguido após agredir esposa, tenta atropelar policiais e acaba preso

Um homem, de 52 anos, acabou atrás das grades após agredir a esposa e tentar atropelar policiais militares, na noite desta quinta-feira (6), em Anastácio. Embriagado e violento, o suspeito fugiu da viatura, foi perseguido e precisou ser algemado durante a prisão. De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher, de 20 anos, chamou […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 07/09/2018, às 13h26

None

Um homem, de 52 anos, acabou atrás das grades após agredir a esposa e tentar atropelar policiais militares, na noite desta quinta-feira (6), em Anastácio. Embriagado e violento, o suspeito fugiu da viatura, foi perseguido e precisou ser algemado durante a prisão.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma mulher, de 20 anos, chamou a polícia informando que o pai do seu filho estava em casa bêbado e tinha puxado seus cabelos e estapeado seu rosto.
Quando o suspeito notou a presença da viatura policial, entrou em um Fiat Strada e acelerou em direção a um dos militares, que precisou se jogar no chão para não ser atropelado. O mesmo policial revidou dando um disparo com a arma na lanterna traseira do carro.

O autor tentou fugir, mas foi perseguido pela Polícia Militar e, no cruzamento da rua Teodoro Rondon com a Cândido Mariano, tentou novamente atropelar outros policiais da Getam (Grupamento Especial Tático de Motos). Outro tiro foi disparado e acabou acertando a lateral do Fiat Strada.

A perseguição continuou até o suspeito chegar em casa, entrar no imóvel e garantir que só sairia na presença dos advogados. Ele foi algemado e encaminhado à Delegacia Civil.

A vítima contou, em depoimento, que o marido tinha chegado em casa, por volta das 15h, com 12 garrafas de cerveja e começou a beber sozinho. Quando a bebida acabou, ele saiu para comprar mais 12 e iniciou as agressões quando a mulher se negou a participar da bebedeira.

Jornal Midiamax