Polícia

Corpo de borracheiro com pés e mãos amarrados é deixado no meio da rua

Um borracheiro de 33 anos, identificado como Claudio Júnior Morel Cáceres, vulgo “Mario Borracheiro”, foi torturado, asfixiado por enforcamento e teve seu corpo abandonado na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, a poucos metros da fronteira com o Brasil, em Ponta Porã, a 298 quilômetros de Campo Grande. Segundo o site Porã News, por volta […]

Fernanda Müller Publicado em 07/09/2018, às 13h27 - Atualizado em 08/09/2018, às 08h45

None

Um borracheiro de 33 anos, identificado como Claudio Júnior Morel Cáceres, vulgo “Mario Borracheiro”, foi torturado, asfixiado por enforcamento e teve seu corpo abandonado na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, a poucos metros da fronteira com o Brasil, em Ponta Porã, a 298 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o site Porã News, por volta das 18h35, pessoas que passavam na rua  encontraram o corpo, com pés e mãos amarrados, abandonado. Investigadores da Divisão de Homicídios e agentes da Policia Técnica Paraguaia  foram ao local.

Segundo os investigadores a morte foi causada por meio de asfixia e posteriormente o corpo foi abandonado.

Ainda de acordo com a polícia, o borracheiro pode ter sido morto devido a um acerto de contas entre o crime organizado, mas a policia não descarta nenhuma hipótese.

O caso será investigado pelos investigadores da Direção de Investigação de Casos Puníveis e da Divisão de Homicídios da policia paraguaia.

Jornal Midiamax