Polícia

Ainda no CTI, estado de saúde de mecânico esfaqueado por funcionário é estável

O mecânico de 36 anos, esfaqueado por seu funcionário em frente de sua casa no Bairro Campo Nobre, em Campo Grande, na noite desta quinta-feira (19) continua internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da Santa Casa por conta da gravidade da lesão, porém ele não está mais sedado, conforme informações da assessoria de imprensa […]

Mariana Rodrigues Publicado em 23/07/2018, às 12h00

Foto: Ilustrativa
Foto: Ilustrativa - Foto: Ilustrativa

O mecânico de 36 anos, esfaqueado por seu funcionário em frente de sua casa no Bairro Campo Nobre, em Campo Grande, na noite desta quinta-feira (19) continua internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da Santa Casa por conta da gravidade da lesão, porém ele não está mais sedado, conforme informações da assessoria de imprensa do hospital.

A assessoria informou que o estado de saúde do mecânico é estável, ele não está mais sedado e está comunicativo, porém sem previsão de alta do CTI. O mecânico ainda está no Centro de Tratamento Intensivo, pois ele necessita de uma monitoração contínua por conta da gravidade do ferimento.

A mulher e filho da vítima, de 11 anos, também foram esfaqueados, e receberam alta na última sexta-feira (20).

Caso

O crime aconteceu por volta das 17h, quando o rapaz, de 22 anos, que trabalhava para a vítima como auxiliar de manutenção, conversava com o patrão na calçada. No local também estava a criança.

Momentos depois a mulher do mecânico ouviu gritos de socorro, e correu para fora de casa, encontrando o marido e o filho feridos. O mecânico conseguiu chegar até uma conveniência perto de sua casa para pedir ajuda. Vizinhos socorreram as vítimas.

Jornal Midiamax