Polícia

Vítima de furto encontra Opala na porta de balada e leva polícia a receptadores

Uma arma também foi apreendida com o suspeito 

Midiamax Publicado em 06/05/2017, às 12h35

None
whatsapp_image_2017-05-06_at_08.55.21.jpeg

Uma arma também foi apreendida com o suspeito 

Lucian Helan Miranda, de 24 anos e a namorada de 17, foram detidos neste sábado (6) por porte ilegal de arma, receptação e tráfico de drogas. A prisão aconteceu depois que o dono de um Chevrolet Opala ano 1976 furtado reconheceu seu veículo parado em frente a uma casa noturna da Avenida Bandeiras, em Campo Grande, e acionou policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

De acordo com o boletim de ocorrência, o Opala foi furtado no dia 4 de maio. Bandidos teriam invadido a casa da família, na Vila Ipiranga, e fugido levando o veículo e uma caixa de ferramentas.

Neste sábado, o homem de 33 anos ligou para a polícia contando que o carro estava estacionado na porta de uma casa noturna e que o motorista vestia uma jaqueta azul e um boné vermelho. Militares do Choque foram até o local indicado pela vítima e permaneceram lá até o momento em que o jovem saiu da boate, acompanhado da namorada.

O casal entrou no carro e então foi abordado pela equipe. Em revista pessoal, os militares encontraram na cintura da adolescente de 17 anos um revólver calibre 38, com seis munições e papelotes de cocaína e maconha nos bolsos da jaqueta.

Para a polícia, a jovem afirmou que a arma era de Lucian e que estava com ela por conta de um pedido do namorado. O rapaz confirmou a versão da adolescente e explicou que comprou o revólver por R$ 2,5 mil na cidade de Rio Verde, a 194 quilômetros de Campo Grande, para sua proteção.

Quanto à droga, ambos confessaram que os papelotes eram vendidos dentro da casa noturna. Os dois acabaram presos e o caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga como receptação, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, crimes quel Lucian já tinha passagens. O autor também foi autuado por corrupção de menor.  

Jornal Midiamax