VÍDEO: espancado na Nhanhá já foi preso em 2012 por estuprar a mãe

À época, autor confessou crime
| 17/04/2017
- 22:12
VÍDEO: espancado na Nhanhá já foi preso em 2012 por estuprar a mãe

À época, autor confessou crime

O rapaz de 27 anos espancado por populares na Vila Nhanhá após invadir uma casa, na manhã desta segunda-feira (17), e tentar abusar sexualmente da moradora já foi preso em 2012, pelo da própria mãe, em um assentamento em Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande.

Em 2012, o crime ocorreu quando a mãe se preparava para dormir. Ele confessou o crime e afirmou que era usuário de drogas. À época, de acordo com o delegado Valmir de Moura Fé, o rapaz não tinha endereço fixo e passava uns dias na casa da mãe.  

Após o crime, o autor veio à Capital e passou a ameaçar familiares, que já sabiam do estupro. Por conta das ameaças foi detido pela Polícia Militar e levado para a 6ª Delegacia de Polícia Civil. O delegado pediu a prisão dele e a Justiça acatou.

Nesta manhã, por volta das 7h30, a vítima foi surpreendida dentro da casa. Ela dormia e foi acordada com o suspeito a imobilizando. Segundo o relato da vítima à polícia, o rapaz tirou as roupas e começou a se masturbar em cima da mulher, que conseguiu gritar por socorro, chamando atenção de vizinhos e pessoas que passavam na rua.

Ele tentou fugir, pulando muros de residências vizinhas e correndo pelas ruas sem as roupas, quando foi detido por populares que o agrediram e espancaram. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados e o rapaz foi preso em flagrante.

Com vários ferimentos pelo corpo e também dois cortes na cabeça, que segundo o sargento Nunes, do Corpo de Bombeiros, teria sido provocado por garrafadas, ele foi encaminhado para a Santa Casa. Polícia Militar escoltou o suspeito, que deve ser levado para a delegacia após receber atendimento médico.

Segundo a assessoria de imprensa do Hospital, o homem passa por exames de tomografia e raio-X, na tarde desta segunda-feira, e está fora de perigo.

Bastante abalada, a vítima foi levada para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). Ela não sofreu ferimentos graves e não precisou de atendimento médico.

O autor do crime chegou a dizer aos policiais que estava evadido do Presídio Semiaberto. Ele deve responder por .

Assista ao vídeo da prisão: 

Veja também

Idosos foram socorridos com vários ferimentos para a Santa Casa

Últimas notícias