Um dia após acidente matar servidora, condutor de moto é preso

Ele vai responder por homicídio
| 25/04/2017
- 01:37
Um dia após acidente matar servidora, condutor de moto é preso

Ele vai responder por homicídio

O rapaz que conduzia a motocicleta no momento do acidente que matou a servidora pública Jeisivane Souza Vaz Miranda, a Jeisy, de 23 anos, neste domingo (23), foi preso e indiciado por homicídio doloso, quando há intenção ou se assume o risco de matar. Segundo a polícia de Rio Verde, a 194 quilômetros de Campo Grande, Jair Marcelino Barbosa, de 25 anos, estava embriagado e em alta velocidade.

Conforme informações do site Edição de Notícias, as investigações apontaram que Jair condizia a motocicleta Yamaha XJ6 em alta velocidade pela rua Porfírio Gonçalves, na região central da cidade, quando de assustou com outro veículo. Ao frear, ele derrapou com a moto, o que causou a queda.

A principal suspeita é de que o capacete de Jeisy, passageira da moto, não estava devidamente fechado e por conta disso saiu durante o acidente. Na queda, a servidora bateu com a cabeça no chão e não resistiu ao ferimento.

Para o site local, o delegado José Roberto de Oliveira Junior explicou que Barbosa foi preso em flagrante após laudo clínico e constatação de embriaguez, feita pela Polícia Militar. Jair então foi indiciado por homicídio doloso, já que ele assumiu o risco do acidente ao conduzir o veículo embriagado. A motocicleta foi apreendida.

Veja também

Na Hilux foi encontrada munições, drone e uma autorização da suprema corte da justiça do Paraguai

Últimas notícias