Polícia

Traficantes em moto fogem e abandonam carga de LSD avaliada em R$ 2,5 milhões

Droga sintética estava em mochilas

Midiamax Publicado em 10/01/2017, às 19h23

None
15970275_10154882502417346_408737138_n.png

Droga sintética estava em mochilas

Policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteiras) apreenderam na madrugada desta terça-feira (10) mais de 13 mil micropontos de LSD e porções de haxixe, em Laguna Carapã, município da Grande Dourados distante 279 quilômetros de Campo Grande. A apreensão milionária, avaliada em aproximadamente R$ 2,5 milhões, aconteceu na MS-280. Os traficantes conseguiram fugir.

A ocorrência foi  volta das 3 horas, quando os militares tentaram abordar uma motocicleta estrangeira que seguia pela rodovia com os faróis apagados. Na moto estavam dois homens, que ao serem abordados pelos policiais fugiram.

Para conseguirem escapar, a dupla abandonou duas mochilas, onde os militares encontraram ‘bolas’ de haxixe e várias cartelas de LSD (sigla alemã para dietilamida do ácido lisérgico). Cada uma delas com 784 micropontos da droga sintética, que totalizou 13 328. O haxixe, segundo a polícia, somou 21 quilos.

A suspeita da polícia, é que as drogas tenham vindo do Paraguai e tinham destino o sudeste do país, onde seriam revendidas durante o carnaval. Os micropontos ainda devem passar por perícia.

 O LSD é uma das drogas mais potentes conhecidas. Muitas vezes usado em forma de tabletes, o efeito da droga podem durar 12 horas e provoca diversas sensações e alterações na capacidade de percepção. Dentre os principais efeitos, há uma ampliação na capacidade de perceber cores e alterações na recepção de sons.

Pode ocorrer também a chamada sinestesia, em que informações sensoriais misturam-se, sendo possível, por exemplo, ouvir uma cor. A droga ainda causa alterações na percepção de tempo e espaço e por isso passou a ser usada principalmente em locais como shows e festas. 

Jornal Midiamax