Polícia

Tio procura a delegacia após reconhecer jovem assassinado com 5 tiros em bar

Autor seria conhecido da vítima

Renata Portela Publicado em 09/05/2017, às 14h10

None
homicidio_paulo_coelho_machadoi.jpeg

Autor seria conhecido da vítima

Na manhã de segunda-feira (8), familiar procurou a polícia após reconhecer Oriel Pereira Cordeiro, de 25 anos, como a vítima do homicídio ocorrido na noite de domingo (7). O crime aconteceu em uma lanchonete da Rua Catiguá, na região do Jardim Paulo Coelho Machado.

O tio de Oriel foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, após fazer o reconhecimento da vítima no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). O corpo de Oriel ainda passará por perícia necropapiloscópica, já que o familiar não tinha documentos com foto do rapaz para apresentar.

Homicídio

Conforme o registro feito na delegacia, policiais militares foram acionados por uma funcionária da lanchonete e bar onde ocorreu o crime. Ela contou que viu dois homens entrarem correndo no bar e quando pararam em frente ao balcão, um sacou uma arma de fogo e atirou.

A testemunha se abaixou atrás do balcão e ouviu mais dois disparos, quando se levantou para ver o que tinha acontecido e encontrou Oriel caído no chão. O autor já tinha fugido correndo do local e foram acionadas equipes de socorro e a polícia. Um cliente do bar relatou que a vítima tomava uma bebida quando o autor chegou e a abordou dizendo “Você está lembrado de mim?”.

Em seguida, o autor teria atirado e saído correndo. Após ser constatado o óbito, equipes da Perícia e Polícia Civil também foram acionados. Oriel tinha cinco perfurações provocadas por disparos de arma de fogo, na cabeça, no tórax e nas costas. O caso é tratado como homicídio simples e segue em investigação.

(Foto: Via WhatsApp)

Jornal Midiamax