Polícia

‘Só serve para limpar casa’, diz pastor sobre policial após ameaçá-la em delegacia

Disse ter amigos influentes

Thatiana Melo Publicado em 08/04/2017, às 16h58

None
_mg_0092.jpg

Disse ter amigos influentes

Um pastor de 62 anos foi detido neste sábado (8) depois de desacatar uma policial, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga e desferir palavras de baixo calão para outros militares, durante um registro de um boletim de ocorrência.

O pastor teria ido até a delegacia para registrar um boletim de ocorrência depois que sua igreja, no Bairro Aero Rancho foi alvo de ladrões, de onde foram levados vários objetos. Depois da confecção do boletim de ocorrência, o pastor teria retornado a delegacia para fazer a inclusão de outros objetos que foram furtados.

Ao retornar falou a policial que ela não teria inserido na ocorrência alguns objetos furtados. E seguida ele disse que não gostava de ser atendido por mulher, que deveria ser apenas dona de casa.

Ao se exaltar, a policial pediu para que o autor se acalmasse e explicou que os itens não foram colocados no boletim de ocorrência por que ele não teria mencionado. Em seguida o autor passou a bater no balcão afirmando ser pastor de igreja, e que teria muitos amigos influentes e que poderia prejudicar a policial.

Foi necessário o uso de algemas para que o autor se acalmasse, momento em que o pastor passou a desferir palavras de baixo calão contra os outros militares. O caso foi registrado como desacato.

Jornal Midiamax