Servidor que ameaçou com bomba no Parque avisou que ‘estaria no Midiamax’

No Facebook, fez também transmissão exibindo arma
| 18/04/2017
- 18:33
Servidor que ameaçou com bomba no Parque avisou que ‘estaria no Midiamax’

No Facebook, fez também transmissão exibindo arma

O agente patrimonial que ameaçou explodir o prédio da SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização de Mato Grosso do Sul) na manhã desta terça-feira (18) estava anunciando pelo Facebook sua revolta com o sistema de meritocracia do governo do Estado de Mato Grosso do Sul. O servidor chegou a divulgar nesta madrugada nas redes sociais que estaria “no Midiamax” esta semana e fez uma transmissão ao vivo em posse de uma arma.

Os desabafos do servidor, que se intitula satanista, estão no Facebook e têm erros de digitação e palavras desconexas, além de menções a supostos pedidos do secretário Carlos Alberto Assis, como o de doação de cobertores na Campanha do Agasalho.

Desde ontem (17), o agente mudou a foto para a imagem de um homem com asas e fez oito postagens com questionamentos sobre a secretaria, todos durante a madrugada. Em uma delas, ele pede ajuda para que as pessoas respondam às suas perguntas.

O agente questiona se é correto que uma "certa superintendente" determine a suspensão de corte de ponto de uma servidora faltosa e critica a atitude de uma suposta procuradora, que teria apresentado uma contrarrazão em ação de invasão do seu condomínio.

Sem usar as redes desde janeiro deste ano, o servidor mudou sua foto de perfil para uma imagem dele mesmo usando uma capa vermelha e segurando um copo, simulando um crânio, no último dia 13 de abril.

“que isso e conversa p idiota votar proxima eleição,, 3…… o sr secretario disse minha cara que a terra nao ha de comer que so faz isso ou aquilo seg a lei…… perg,,,, foi aerto vaga pra nosso cargo AG seg PA em dois irmaos do uriti? que lei e essa,,,, me aguardem,,,, ,,,,, estarei no midiamax essa semana…..(sic)”, comentou.

O caso

Um agente patrimonial responderá por ameaça após procurar o secretário de Administração Carlos Alberto Assis por volta das 7h30 desta terça-feira (18) no prédio da secretaria no Parque dos Poderes. Segundo servidores, ele estaria armado e com supostos explosivos colados ao corpo.

A assessoria de comunicação do órgão confirmou que Carlos Assis não estava no prédio no momento da abordagem, pois estaria em entrevista em uma rádio de Campo Grande. O agente falou com a recepcionista, que informou que o secretário não estava. Irritado e aparentemente sob efeito de drogas, o agente teria se irritado e levantado a camiseta, mostrando supostos artefatos explosivos e uma arma.

O servidor teria ido embora por conta própria. A Polícia Militar foi acionada e um boletim de ocorrência foi registrado na 3º Delegacia de Polícia em nome do servidor, já identificado, por ameaça. De acordo com o titular, delegado Geraldo Marin, o agente é servidor da SAD (Secretaria de Estado de Administração).

A Polícia Militar faz buscas pelo servidor. Não há imagens registrando a ação porque o prédio da secretaria não possui câmeras, mas segundo colegas, o agente estaria lotado na secretaria e foi identificado à polícia, que não repassou o nome do suspeito.

 

 

Veja também

Equipe da Base Operacional de Ponta Porã, da Polícia Militar Rodoviária, apreendeu R$ 1,5 milhão...

Últimas notícias