Quarto caso: advogado é executado na porta de casa no lado paraguaio da fronteira

Categoria alega falta de esclarecimento de outras 4 mortes
| 27/04/2017
- 01:30
Quarto caso: advogado é executado na porta de casa no lado paraguaio da fronteira

Categoria alega falta de esclarecimento de outras 4 mortes

Um advogado recém-formado, identificado como Atilio Anselmo Urbieta Ortega, de 27 anos, foi executado a tiros por pistoleiros na tarde desta quarta feira (26). A dupla em uma moto seguiu a vítima até uma residência na Rua Brasil, Bairro Guarani, em Pedro Juan Caballero, que faz divisa com a cidade brasileira de Ponta Porã, a 346 km de Campo Grande.

Segundo o Porã News, a vítima estava a bordo de um veículo Fiat Strada, cinza, placas paraguaias, e foi executado com disparos de pistola 9mm. A dupla fugiu após o crime.

O advogado atuava em várias áreas e nesta tarde foi morto ao chegar em sua residência. Colegas da vítima manifestaram que em menos de seis meses, quatro advogados foram executados na região de fronteira, situação que até o momento não foram esclarecida pelos agentes da Policia Nacional de Pedro Juan Caballero.

Agentes da Divisão de Homicídios e da Policia Técnica encaminharam o corpo ao IML (Instituto Médico Legal).

Veja também

Muambeiro líder de uma organização criminosa especializada na importação ilegal de mercadorias foi condenado a...

Últimas notícias