Preso em ação policial que terminou com morte de assaltante já tinha passagens

Já respondeu por roubo e porte de arma
| 14/04/2017
- 15:41
Preso em ação policial que terminou com morte de assaltante já tinha passagens

Já respondeu por roubo e porte de arma

Verdiano Cassiano da Silva Vargas, de 21 anos, preso durante operação policial na região do Coophatrabalho, na noite de quinta-feira (13), já tinha passagens pela polícia. O comparsa, Gabriel de Andrade Secundes, de 20 anos, acabou morrendo no confronto com os policiais do .

Conforme as informações da polícia, Verdiano já respondeu por crimes como roubo e porte ilegal de arma de fogo. Ele foi detido em flagrante pois estava no Tucson, roubado três horas antes no Amambaí. Preso, Verdiano afirmou que não participou do roubo e que estava em casa quando Gabriel e o outro amigo o buscaram já no Hyundai roubado.

Com Verdiano foi apreendido um simulacro de pistola e com Gabriel, que no momento da ação não portava documentos, foi apreendido um revólver calibre 38 com 5 munições, estando apenas duas intactas. Segundo a polícia, Gabriel teria atirado contra os policiais enquanto fugia e os militares revidaram.

Ferido, Gabriel chegou a ser levado para a Santa Casa pela equipe policial, mas não resistiu. O terceiro envolvido no crime, que teria cometido o assalto com Gabriel, conseguiu fugir e ainda não foi localizado. Os casos de roubo, desobediência, resistência e homicídio decorrente da intervenção policial foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Roubo e perseguição

De acordo com a mulher de 54 anos, ela estava em casa quando a filha, de 24 anos, foi buscar um pertence no carro. A mãe foi trancar o portão e percebeu quando a jovem foi abordada por um rapaz armado com uma pistola, que exigiu que a vítima entregasse todos os pertences.

A jovem chegou a ser segurada por um outro assaltante e o rapaz que estava armado exigiu que as vítimas entrassem na casa. Os dois ladrões fugiram com o carro e, poucas horas depois, o veículo foi localizado pelos policiais. Os militares do Batalhão de Choque já tinham as características do veículo e o encontraram na região do Coophatrabalho.

Foi feita abordagem, mas o motorista iniciou fuga. Havia três rapazes dentro do Tucson e a perseguição aconteceu na Avenida Florestal. No cruzamento com a Avenida José Barbosa Rodrigues, o trio subiu com o Tucson no canteiro. Segundo os policiais, eles desceram e correram a pé para um matagal, quando um deles atirou e houve revide dos disparos.

Veja também

Policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) apreendeu uma carga de maconha abandonada...

Últimas notícias