Polícia

Padrasto mata enteada após ser cobrado para ajudar nas contas de casa

Jovem foi morta com dois tiros na nuca

Thatiana Melo Publicado em 08/06/2017, às 10h47

None

Jovem foi morta com dois tiros na nuca

Discussão por causa de ajuda nas despesas da casa acabou na morte de Talia Soares Reche de 19 anos, na noite de quarta-feira (7), na cidade de Rio Brilhante distante 160 quilômetros de Campo Grande.

O autor do crime, o padrasto, que foi preso logo em seguida escondido em um matagal matou a jovem com dois tiros na nuca. A mãe de Talia também foi ferida a tiros e levada para o hospital da cidade.

Na delegacia, o pedreiro Ramão Carvalho de Souza de 56 anos disse estar arrependido pelo crime e afirmou que tudo teria começado com uma discussão entre o casal e a enteada. As mulheres cobravam de Ramão mais ajuda nas despesas da casa.

Neste momento, ele teria ido até o quarto da residência para buscar o revólver e ao voltar desferiu dois disparos contra Talia atingindo sua nuca. A mãe na tentativa de defender a filha se colocou a frente e também foi ferida por um tiro no rosto.

Ainda de acordo com o site Rio Brilhante e Tempo Real, a mãe da jovem foi levada para o hospital e está com um projétil alojado no rosto e teria perguntado sobre a filha. Durante buscas na residência, os policiais civis encontraram duas espingardas calibre 22 e 28, além de munições e apetrechos para recarregar munições. As armas estavam em cima de um guarda-roupa.

Jornal Midiamax