Polícia

Novas vítimas de técnico de raio-X revelam detalhes de abusos em exames

Vítima procurou clínica particular e ‘deu de cara ‘ com autor

Thatiana Melo Publicado em 09/01/2017, às 13h43

Foto: Ilustrativa.
Foto: Ilustrativa. - Foto: Ilustrativa.

Vítima procurou clínica particular e ‘deu de cara ‘ com autor

Depois que duas pacientes denunciaram um funcionário de um hospital do setor de raio-x, em Coxim, município distante 253 quilômetros de Campo Grande, por tentativa de estupro, outras mulheres  procuraram a delegacia de polícia para registrar ocorrência contra o mesmo funcionário.

Uma das mulheres, de 41 anos, afirmou em depoimento na delegacia que foi assediada por duas vezes pelo técnico, sendo uma no Hospital Regional da cidade e outra em uma clínica particular.

De acordo com ela, durante o procedimento o técnico teria mandado que tirasse a roupa para fazer o exame, sendo questionado por ela. Momento em que ele afirmou que sabia o que estava fazendo, já que era especialista.

Ele retirou a blusa da mulher e depois do exame a levou para a sala escura de revelação, onde tentou agarrá-la. Ela conseguiu fugir, mas ao ter de fazer novos exames procurou uma clínica particular e acabou ‘dando de cara’ com o autor.

Ela teria ido fazer um exame de coluna e quando o técnico mandou que tirasse a roupa, ela o questionou momento em que passou a esfregar o órgão genital nela. A mulher começou a gritar e pedir por socorro, e neste momento o autor abaixou seu short e deu um tapa nas partes íntimas dela dizendo “relaxa aí”.

Ainda de acordo com o site Edição de Notícias, outra mulher, de 37 anos, também procurou a delegacia de polícia afirmando ser vítima do técnico, sendo assediada constantemente na rua por ele, e ao ter de fazer um exame ele teria passado a mão em seu corpo.

A vítima gritou e ele teria dito “você é osso duro de roer”.  O crime foi registrado na DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher), e a polícia investiga o caso. Ainda não se tem informações se o autor prestou depoimento.

Jornal Midiamax