Polícia

Motorista que pulou de caminhão para fugir de assalto morre na Santa Casa

Autores foram presos em flagrante 

Midiamax Publicado em 04/07/2017, às 12h16

None

Autores foram presos em flagrante 

O motorista José Aparecido dos Santos, de 50 anos, vítima de uma tentativa de assalto no dia 28 de junho, morreu após seis dias internado na Santa Casa de Campo Grande. Ele ficou gravemente ferido depois de pular do próprio caminhão para fugir de um falso frete, no Bairro Paulo Coelho Machado.

A vítima foi levada à Santa Casa com fratura exposta na tíbia da perna direita, traumatismo craniano grave, fratura de base de crânio com sangramento pelo ouvido, além de outros hematomas. Segundo o hospital, nesta segunda-feira (3), os médicos constataram a morte de José, que a dias estava em estado de coma.

O caso

Os autores do roubo, presos em flagrante depois do crime, contaram que o serviço foi ‘encomendado’ por um interno do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Eles então ligaram para a vítima, e marcaram o encontro na Avenida dos Cafezais para o falso frete. A vítima chegou ao local, ambos embarcaram no caminhão e seguiram em direção ao Hipódromo no Bairro Paulo Coelho Machado.

Na Rua Delegado Alfredo Hardman a dupla teria anunciado o assalto e um dos bandidos assumiu a direção do caminhão, enquanto o motorista era mantido refém pelo segundo envolvido. Porém, José teria entrado em luta corporal com o suspeito e pulado do veículo, que estava em alta velocidade, para fugir.

Disparos foram realizados pelos autores, mas a vítima não foi atingida. A dupla de assaltantes prosseguiu com o caminhão e o abandonou na Rua José Pedrossian, no bairro Jardim Novo Seculo, a aproximadamente 5 quilômetros de onde o motorista teria pulado do caminhão.

Eles fugiram para uma residência nas proximidades. Policiais do Patrulhamento Aéreo, que acompanharam a ocorrência por rádio, flagraram a movimentação dos assaltantes e passaram as informações para os policiais que estavam em operação por terra.

Altiely Ribeiro do Nascimento e Israel Rodrigues Lopes, de 24 e 23 anos, foram presos capturados e com eles recuperados o celular e a carteira da vítima e uma arma de calibre 38, usada no crime. Ainda segundo a polícia, os dois suspeitos possuíam passagens e estavam foragidos da Gameleira. 

Jornal Midiamax