Polícia

Mentor de golpe do falso frete que assassinou caminhoneiro é preso em casa

Droga foi apreendida no local

Renata Portela Publicado em 25/01/2017, às 09h54

None
arma2.jpg

Droga foi apreendida no local

João Heleno Bezerra de Souza Neto, de 18 anos, foi preso na noite de terça-feira (24), apontado pela polícia como mentor do latrocínio – roubo seguido de morte – que vitimou Francisco Pereira do Nascimento, de 68 anos. O caso aconteceu na tarde de domingo (22) em Maracaju, a 162 quilômetros da Capital.

Policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) conseguiram chegar até o mandante do crime e cumpriram o mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da 1ª Vara. Conforme o site Maracaju Speed, João Heleno teria contratado o fretista Francisco com a intenção de roubar o caminhão da vítima e foi preso em casa, um dia após os comparsas serem detidos.

Na segunda-feira (23), o revólver usado no crime foi encontrado pelos investigadores quando André Lucas de Souza, de 19 anos, e Edson Junior Milan Carneiro, também de 19 anos, foram buscar a arma em um táxi. Eles tinham abandonado o revólver e alegaram terem matado o fretista porque ele reagiu ao assalto.

Os dois jovens presos um dia após o crime foram vistos por testemunhas fugindo do local depois do latrocínio. Já João Heleno seria o mentor intelectual do latrocínio e também foi indiciado. Na casa dele ainda foram encontrados 35 papelotes de pasta base de cocaína, além de 10 gramas de maconha, então ele também responderá por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax