Polícia

Marcas de sangue registram terror do feminicídio em casa no Caiobá

Vítima foi perseguida por todos os cômodos

Thatiana Melo Publicado em 05/06/2017, às 12h19

None

Vítima foi perseguida por todos os cômodos

Mais um feminicídio registrado em Campo Grande deixa a vizinhança do Portal Caiobá aterrorizada com a violência contra mulheres dentro de casa. Ramona Regilene Silva de Jesus de 44 anos morta a facadas pelo ex-marido de 41 anos, na noite deste domingo (4), no Residencial Celina Jallad, no Portal Caiobá, tentou fugir.

Mas ela foi perseguida nos cômodos do imóvel pelo assassino, e as marcas do terror estão na residência.

No quarto da vítima foi encontrada grande quantidade de sangue, como nos corredores, cozinha e varanda. Ao tentar escapar de ser assassinada, ela correu pela rua e continuou sendo perseguida pelo ex-marido, quando caiu morta na calçada de uma casa vizinha onde tentava buscar abrigo.

Marcas de sangue registram terror do feminicídio em casa no Caiobá

(Foto: Jornal Comunitário Diário Caiobá)

Jornal Midiamax