Polícia

Mãe procura delegacia e faz registro de falso BO contra filho PM

Irmão de PM seria agredido pelo padrasto

Thatiana Melo Publicado em 12/05/2017, às 14h56

None

Irmão de PM seria agredido pelo padrasto

A comunicação de um falso crime acabou em denunciação caluniosa, na cidade de Ponta Porã distante 346 quilômetros de Campo Grande, quando a mãe, de 54 anos, de um Policial Militar, de 33 anos, registrou um boletim de ocorrência contra ele por ameaças.

Ao procurar a delegacia para fazer o registro do boletim de ocorrência, ela disse que o filho anda armado e faz ameaças a ela e seu companheiro, de 22 anos. De acordo com os relatos do policial, a mãe e o padrasto seriam usuários de drogas.

Ainda de acordo com informações, o padrasto agrediria constantemente o irmão do policial, que é deficiente auditivo. A mãe seria cumplice das agressões, segundo o policial. Ele afirmou na delegacia que a mãe e o padrasto seriam agressivos e que teria medo dos autores.Mãe procura delegacia e faz registro de falso BO contra filho PM

O caso foi registrado como denunciação caluniosa.

Jornal Midiamax