Polícia

Genro que arrastou corpo de sogro em carro é condenado a 19 anos

Crime acontecem em dezembro de 2016

Thatiana Melo Publicado em 19/08/2017, às 12h15

None

Crime acontecem em dezembro de 2016

Foi condenado a 19 anos e 3 meses de prisão José Eduardo da Silva de 32 anos, pela morte do sogro Francisco Barreto da Silva de 56 anos, na cidade de Itaquirai distante 402 quilômetros de Campo Grande. O crime aconteceu em dezembro de 2016.

Os dois homens teriam discutido no dia 23 de dezembro e José indo embora levando sua esposa e os filhos para outro assentamento, em seguida ao deixar a família disse que iria até a cidade de Navirai para buscar o restante da mudança, mas voltou para o assentamento onde estava o sogro.

Os homens voltaram a brigar entrando em luta corporal, e José vindo a matar Francisco. José foi julgado na última quinta-feira (17) e condenado a 19 anos e 3 meses de prisão, onde cumprirá pena no Presídio de Navirai, segundo o site Ta Na Mídia Naviraí.Genro que arrastou corpo de sogro em carro é condenado a 19 anos

A morte

Durante a briga entre os dois homens, José teria desferido socos e chutes contra o sogro até ale desmaiar, sendo que depois arrastou o corpo até o carro amarrando a cabeça de Francisco ao para-choque do carro.

Ele arrastou a vítima em uma estrada de terra por aproximadamente três quilômetros momento em que soltou o corpo para simular um acidente. Na delegacia, ele afirmou ter matado o sogro por que ele teria o ameaçado com uma faca.

Depois de matar o sogro, José foi a Naviraí de carro. Chegando na cidade, policiais o pararam e constataram a embriaguez, e por isso, ele foi preso em flagrante.

Jornal Midiamax