Polícia

Funcionária perde R$ 5,4 mil para golpista que usou o nome do patrão em ligação

Estelionatário disse que o carro havia estragado

Midiamax Publicado em 21/08/2017, às 22h12

None

Estelionatário disse que o carro havia estragado

Uma mulher de 57 anos foi vítima de um estelionatário na manhã desta segunda-feira (21) e perdeu R$ 5,4 mil após ser enganada durante uma ligação. O golpista se identificou com o nome do patrão e pediu dinheiro para o conserto de eu carro que havia estragado em uma estrada de Água Clara, a 193 km de Campo Grande.

Conforme o boletim de ocorrência, a ligação de um número com DDD 011 ocorreu por volta das 10h30. Do outro lado da linha, um homem que se identificou como Luciano disse que estava com a caminhonete estragada no meio de estrada em Água Clara.

A mulher que se diz ser funcionária de confiança e ter um patrão com o mesmo nome realizou três transferências de seu Banco Santander para uma conta da Caixa Econômica Federal, informada pelo estelionatário.

A primeira transferência foi no valor de R$ 2.400,00, a segunda no valor de R$ 300,00 e a terceira no valor de R$ 2.700,00.

A comunicante só deu conta do golpe quando seu patrão recebeu as mensagens no aplicativo WhatsApp sobre os envios das transferências. De acordo com o registro policial, o patrão pediu que ela parasse e alertou que estava em São Paulo.

Durante a ligação, o golpista teria passado o nome de um outro homem, identificado como Antônio, e que seria o dono da oficina Auto Mecânica Mundial. O caso foi registrado como estelionato.

Funcionária perde R$ 5,4 mil para golpista que usou o nome do patrão em ligação

Jornal Midiamax