Polícia

Fazendeiro é multado em R$ 1,5 mi por maior desmatamento dos últimos 2 anos

Suspeito destruiu 1,5 mil hectares no Pantanal

Midiamax Publicado em 25/09/2017, às 17h27

None

Suspeito destruiu 1,5 mil hectares no Pantanal

​Um fazendeiro foi multado em R$ 1,5 milhão por desmatamento ilegal de 1,5 mil hectares de vegetação nativa, na propriedade localizada às margens do Rio Negro, no Pantanal. Os policiais militares ambientais fizeram a autuação na tarde deste domingo (24) e constataram que se trata do maior desmatamento dos últimos dois anos. As atividades foram paralisadas e as máquinas apreendidas.

O pecuarista desmatou a área com uso de máquinas de esteiras, derrubando diversas árvores de grande porte. Este foi o maior desmatamento registrado pela PMA nos últimos dois anos.

Uma licença ambiental (Autorização Ambiental Eletrônica) foi apresentada para a limpeza de pastagem, que não permite o desmatamento, o qual envolvia árvores de grande porte.

A licença de limpeza só permite a derrubada de arbustos, com diâmetro abaixo de 32 centímetros na altura do peito (Circunferência a altura do Peito – CAP, que é considerada a 1,30 metros de altura da vegetação), com uso de roçadeiras ou foices.

Fazendeiro é multado em R$ 1,5 mi por maior desmatamento dos últimos 2 anos

As atividades foram paralisadas e as máquinas apreendidas. O proprietário da fazenda, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e multado em R$ 1,5 milhão por desmatamento ilegal na fazenda. O pecuarista também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de três a seis meses de detenção.

O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PARDA), junto ao órgão ambiental.

Jornal Midiamax