Polícia

Esfaqueado durante discussão, irmão de ex-vereador segue internado na Capital

Ele está na Santa Casa; seu estado é estável

Midiamax Publicado em 29/01/2017, às 13h44

None
irmaovereador.jpg

Ele está na Santa Casa; seu estado é estável

Francisco Martins Gomes, 50 anos, mais conhecido como “Kiko”, irmão do ex-vereador Geraldo Martins Gomes (2000 a 2004), o Geraldo Pescador, não está mais em estado grave após ser esfaqueado e Coxim. Pela gravidade do fato ocorrido na noite desse sábado, ele foi trazido para a Santa Casa de Campo Grande e agora passa bem,

Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Gomes chegou por volta das 2h30 na Capital e fez uma pequena cirurgia para colocação de dreno no pulmão, mas seu estado é considerado estável e sem risco, tanto que foi levado para enfermaria.

De acordo com o site local, Edição de Notícias, ele teria sido esfaqueado por Roberto Simião da Silva, 44 anos, conhecido como “Salve-Salve”. Segundo a publicação, eles estavam na casa de um amigo ingerindo bebida alcoólica quando começaram a discutir e trocar agressões. O fato ocorreu em Coxim.

Ele teria levado uma perfuração no peito e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros em estado grave. Na sequência foi encaminhada para o Hospital Regional Álvaro Fontoura, da cidade. Com a gravidade do ferimento ele foi trazido para Campo Grande.

Roberto Simião da Silva, conhecido como “Salve-Salve”, foi preso poucos minutos depois de tentar matar o irmão do ex-vereador, na noite desse sábado (28).

Ele foi localizado pela Polícia Militar, na casa de sua irmã, no Jardim Vista Alegre. Alcoolizado, Salve-Salve foi levado para a delegacia de Polícia Civil.

Ao site local, o acusado negou a autoria do crime, dizendo que não sabia de nada. Entretanto, ele assume que esteve no endereço onde a tentativa de homicídio aconteceu, mas fala que quando chegou já tinha confusão no local.

Foto: Alisson Silva/Edição de Notícias

Jornal Midiamax