Polícia

Em menos de 24 horas, segundo mineiro cai no golpe do ‘falso frete’ em MS

Teve o caminhão  levado

Thatiana Melo Publicado em 24/07/2017, às 10h47

None

Teve o caminhão  levado

Em menos de 24 horas outro caminhoneiro de Minas Gerais acabou sendo vítima do ‘falso frete’, em Campo Grande na noite deste domingo (23). Morador da cidade de Uberlândia, ele tinha sido contratado na semana passada por telefone por um homem que queria fazer uma mudança para a cidade.

O caminhoneiro que ficou aproximadamente 7 horas amarrado em meio a um matagal, na região do Parque do Sol, conseguiu se soltar na madrugada desta segunda-feira (24) e pedir ajuda. Na delegacia, ele disse que teria sido contratado para fazer uma mudança para a cidade de Uberlândia.

Ele contou que um homem teria ligado para ele dizendo estar de mudança para a cidade e que gostaria de alguém que já conhecesse o local. O falso cliente ainda teria enviado fotos dos móveis que seriam levados na mudança.

Quando chegou a Capital por volta das 20 horas ligou para o homem eu disse que na Rua Evelina Selingarde o folho estaria esperando por ele para mostrar a residência do local da mudança.

Ao chegar ao endereço encontrou um jovem que subiu no caminhão e disse que os móveis estavam na casa de sua tia a umas três quadras do local. Ele conduziu o caminhoneiro, sendo que após percorrerem as três quadras anunciou o assalto rendendo a vítima.

O caminhoneiro foi levado para o meio de um matagal e amarrado com seu próprio casaco momento em que mais dois homens chegaram ao local e a todo momento um deles recebia ligações onde a voz do outro lado da linha dizia, ‘estamos quase chegando’.

Os autores teriam dito a vítima que quando chegassem ao local ligariam para o Corpo de Bombeiros e o soltariam. Momentos depois, os autores deixaram o local abandonando o caminhoneiro, que conseguiu se soltar e pedir ajuda.

O caminhão da vítima de placas ETU-2509 possa ter sido levado para a fronteira. O caminhoneiro contou que pagou apenas 8 prestações das 48 restantes no valor de R$ 1.249.Em menos de 24 horas, segundo mineiro cai no golpe do ‘falso frete’ em MS

Outro caso

No sábado (22) outro motorista de Uberlândia de 52 anos também caiu no golpe do falso frete, em Campo Grande. Ele recebeu um endereço para buscar a mudança no Parque do Sabiá, nas proximidades do Parque do Lageado, região sul da Capital. Por volta das 20 horas, recebeu uma ligação dizendo que o filho do contratante iria até o local para mostrar o endereço.

Pouco tempo depois, apareceu um rapaz dizendo ao motorista que havia sido mandado pelo pai. A vítima relatou à polícia que o bandido disse que o contratante estava ao telefone e entregou o celular com fones de ouvido ao motorista. No momento em que ele estava com as duas mãos ocupadas, foi rendido com um revólver.

O motorista foi levado para uma casa em construção na mesma região. Dois comparsas chegaram ao local pouco tempo depois. O caminhoneiro teve pés e mãos amarrados e foi amordaçado. Durante o tempo em que ficou em poder dos criminosos, a vítima disse ter ouvido ligações telefônicas e que os bandidos disseram que se ele tivesse R$ 20 mil, poderia ter o caminhão de volta.

Ainda conforme o relato da vítima, um dos criminosos pegou o caminhão e o outro, o carro de passeio e deixaram o local. Ele ficou em poder do terceiro bandido e, em uma das ligações, ele ouviu dizer que o veículo “já estava guardado”. Depois disso, o bandido deixou o local. Por volta das 4h30, a vítima conseguiu se arrastar para fora do cativeiro e afrouxar a mordaça para gritar por socorro.

Jornal Midiamax