Polícia

Em 4 dias de desaparecimento da filha adolescente, mãe só recebeu trote

Menina aparece em gravação de câmera de segurança

Ana Paula Chuva Publicado em 29/01/2017, às 13h09

None
taynara.jpg

Menina aparece em gravação de câmera de segurança

Depois de quatro dias do desaparecimento de Taynara Aquino da Silva, sua mãe Márcia de Assis Silva, 37 anos, disse ter recebido ligação dizendo que a filha estaria no bairro Portal Caiobá, mas a informação, segundo ela, seria falsa.

Eu recebi essa ligação, e achei a história sem pé nem cabeça, mas mesmo assim fui com mais cinco amigas. Andei rua por rua do bairro e nada. Fui embora de lá já era meia noite”, disse.

Ela ainda reforçou, para a reportagem o desespero. “Só eu sei o desespero que sinto. Eu fui mesmo tendo certeza de que a informação era falsa, a filha é minha, o desespero é meu”, concluiu.

Desaparecimento

A menina de 12 anos, está desaparecida desde às 9h da manhã da quarta-feira (25). Segundo informações da família, a menina foi gravada, aparentemente, desorientada e sozinha, por câmeras do circuito de segurança de uma conveniência, no bairro Coophavilla II.

A família registrou um boletim de ocorrência na 6ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, no bairro Tijuca, mas ainda não tem nenhuma informação sobre o paradeiro da menina.

Quem souber de alguma informação que possa ajudar na busca pode entrar em contato no 190 ou direto no celular da mãe da adolescente (067) 99284-7119 Márcia. 

Jornal Midiamax