Polícia

Em 20 minutos, dois veículos são roubados em ruas paralelas no Jardim Colibri

Suspeita é que bandidos trabalhem juntos 

Midiamax Publicado em 28/06/2017, às 11h12

None

Suspeita é que bandidos trabalhem juntos 

Em 20 minutos duas famílias do Jardim Colibri foram surpreendidas por bandidos armados e roubadas na noite desta terça-feira (27). Dois carros foram levados, mas foi recuperado depois que um dos pneus estourou. A polícia acredita que os assaltantes integrem o mesmo grupo e tenham combinado os crimes.

O primeiro roubo aconteceu às 20h50, quando a moradora de 29 anos chegava em casa. Ela conduzia um Volkswagen Fox e aguardava o marido abrir o portão quando foi abordada por dois homens. Um dos suspeitos sacou uma arma e anunciou o assalto, forçaram a motorista a sair e fugiram com o veículo.

O marido da vítima, de 32 anos, chegou a seguir os bandidos por algumas quadras, mas desistiu e chamou a Polícia Militar. Minutos depois, a polícia encontrou o Fox abandonado na Rua Waldemar Writh, no Jardim Alves Pereira, com um dos pneus furados e sem o som. Documentos da condutora também foram levados.

Minutos depois, às 21h10, outo casal foi rendido enquanto chegava em casa. O crime aconteceu na rua paralela à onde ocorreu o primeiro assalto e da mesma maneira, mas desta vez um idoso de 62 anos conduzia o veículo. Ele estava em companhia da esposa, de 55 anos, e quando parou em frente à residência foi surpreendido pela dupla de assaltantes.Em 20 minutos, dois veículos são roubados em ruas paralelas no Jardim Colibri

Um dos bandidos, que estava armado, chegou a dar uma coronhada na cabeça do motorista, antes de mandar as vítimas descerem do veículo. O casal foi obrigado a sair do carro, que foi levado pelos suspeitos.

Os dois casos foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga. Segundo o delegado plantonista, Tiago Macedo, por conta do pouco tempo entre um crime e outro não é possível que os autores sejam os mesmos, mas a polícia trabalha com a hipótese que os quatro autores façam parte da mesma quadrilha.

Os crimes são investigados pela Polícia Civil como roubo majorado pelo emprego de arma e pelo concurso de pessoas.

Jornal Midiamax