Polícia

Corpo de servidor da Agetran é encontrado em vala com marcas de tiros

Tinha ferimentos de facadas e tiros

Thatiana Melo Publicado em 11/05/2017, às 12h31

None

Tinha ferimentos de facadas e tiros

No início da manhã desta quinta-feira (11), populares acionaram a PRF (Polícia Rodoviária Federal) depois de encontrarem, na região da Gameleira, na BR-262 entre a saída de Sidrolândia e Indubrasil, um corpo em avançado estado de decomposição.

O corpo é de um homem, de aproximadamente 40 anos, e foi localizado em uma vala às margens da rodovia por populares que passavam pelo local. Estava em avançado estado de decomposição e com marcas de três a quatro tiros, além de marcas de facadas.Corpo de servidor da Agetran é encontrado em vala com marcas de tiros

O homem foi identificado pela família, que foi até a delegacia, e seria de Givaldo Domingues da Silva, de 43 anos. Ele estava desaparecido desde sábado (6), quando deixou a oficina de um sobrinho, no Jardim Aero Rancho para pagar uma dívida.

A esposa de Gilvaldo já tinha feito o registro de um boletim de ocorrência pelo desaparecimento do marido, que não atendia as ligações do mulher. De acordo com a família, ele saiu de casa com sua motocicleta e uma quantia em dinheiro não especificada. Ele trabalhava no setor de manutenção de semáforos da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). A polícia investiga o caso.

(Matéria editada às 09:48 para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax