Polícia

Coronel boliviano recebe medalha depois de prisão de brasileiro que assaltou carro forte

Crime aconteceu na fronteira entre o Brasil e a Bolívia

Thatiana Melo Publicado em 12/04/2017, às 14h32

None
e79e0415-8709-455f-87a4-62d2aad8747b.jpg

Crime aconteceu na fronteira entre o Brasil e a Bolívia

Por conta da operação que resultou na prisão do brasileiro Mariano Tardelli, que participou do assalto a um carro forte na fronteira entre Bolívia e Brasil, o Coronel Gonzáles Medina Sanchez, diretor da Força Especial contra o Crime, da Bolívia, receberá a Medalha Tiradentes, em solenidade que acontecerá no dia 19 próximo, em Campo Grande.

O crime aconteceu no dia 30 de março no distrito de Santana de Roboré, localizado a 300 quilômetros da fronteira entre Brasil e Bolívia. Os bandidos roubaram a quantia de 1 milhão e 500 mil dólares e o valor serviria para abastecer casas de câmbio e bancos da região. Depois do assalto, a polícia passou a investigar o caso e com apoio do 6º Batalhão da Polícia Militar de Corumbá, chegou ao grupo que estava escondido em uma região de mata fechada.

 Tardelli, morador em Guaxupé (MG), foi preso no último domingo (9), depois de um confronto entre policiais bolivianos e o bando. Na manhã desta quarta-feira (12), o Coronel Gonzalez participou de uma entrevista coletiva em Corumbá, quando foi anunciada a entrega da medalha.

Jornal Midiamax