Polícia

Cliente é chamado de ‘urubu e nego sem vergonha’ em lotérica da Capital

'Iria dar um tiro na sua cara'

Diego Alves Publicado em 25/01/2017, às 00h29

None
e313a8095e8c825a82cd0d04461a4b6a.jpg

'Iria dar um tiro na sua cara'

Um homem, de 56 anos, foi ameaçado de levar um tiro e chamado de “urubu nego sem vergonha” em uma casa lotérica localizada em um supermercado de Campo Grande. A vítima disse na delegacia que foi até a lotérica para realizar algumas operações.

No estabelecimento, o dono ou funcionário do estabelecimento (não sabe ao certo) disse a ele, enquanto preenchia volantes de jogos, que não era bem vindo na lotérica. Ainda segundo o homem, de 56 anos, posteriormente o autor falou que ele era "urubu e nego sem vergonha", e que se ele voltasse na casa lotérica "iria dar um tiro na sua cara”.

O caso registrado como Injúria, se Consiste na Utilização de Elementos Referentes à Raça, Cor, Etnia, Religião, Origem ou a Condição de Pessoa Idosa ou Portadora de Deficiência, na segunda  delegacia.

Jornal Midiamax