Polícia

Barco na ‘carretinha’ chama atenção e grupo é preso com munições e até carne de jacaré

PMA aplicou multa de R$ 13 mil

Midiamax Publicado em 12/12/2017, às 17h10

None

PMA aplicou multa de R$ 13 mil

Em plena Piracema, quatro homens, de 40, 43, 52 e 54 anos, foram presos na Estrada do Pesqueiro Pequi, em Anastácio, por pesca predatória na Piracema, caça de animal silvestre e porte ilegal de munição de uso restrito, nesta segunda-feira (11).

A caminhonete Toyota Hilux com um reboque transportando uma embarcação de alumínio, era conduzida pelo envolvidos de 52 anos, no momento da abordagem.

Foram encontrados dentro de uma caixa térmica de plástico que estava em cima do banco traseiro sete exemplares de pescado da espécie pacu e 1kg de Carne de Jacaré. Na carroceria do veículo foram encontradas 55 munições de calibre .22 intactas, quatro munições de fuzil calibre 30.30 intactas e um cartucho calibre 30.30 deflagrado.

Indagados, os condutores afirmaram ter praticado pesca na fazenda Capanema em um trecho do rio Aquidauana, mas não apresentaram documentos do Órgão Ambiental competente que autorizasse o transporte do citado pescado e da carne de (Jacaré).

Barco na ‘carretinha’ chama atenção e grupo é preso com munições e até carne de jacaré

O flagrante foi feito pela PMA (Polícia Militar Ambiental). Cada pescador também foi autuado administrativamente e multado em R$ 2 mil. O infrator de 40 anos, residente em Aquidauana, que assumiu ser proprietário da carne de jacaré foi multado em mais R$ 5 mil. Ele também responderá por crime ambiental de posse de subproduto da fauna ilegalmente. A pena é de seis meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax